Amazônia

Hydro participa de debates sobre o desenvolvimento da Amazônia na Conferência Ethos 360º

Empresa é patrocinadora do evento desde a sua primeira edição em Belém

A Conferência Ethos 360º retorna a Belém, na quinta-feira (28), no Centro de Convenções e Feiras – Hangar, com o objetivo de promover o diálogo entre a sociedade civil, empresas e governos sobre soluções a um modelo próprio de desenvolvimento da Amazônia, conectado à trajetória para a economia no século XXI. Esta é a terceira edição do evento na capital paraense. Com palestras simultâneas, a programação será composta por doze painéis, focados em políticas públicas, economia, meio ambiente e iniciativas de integridade.

Associada do Instituto Ethos e patrocinadora de todas as edições da conferência em Belém, a Hydro terá representantes em painéis, com os temas “Urbanização na Amazônia: microcosmos de aceleração, carência sanitária, desequilíbrios e conflitos sociais”, que visa debater o processo rápido de urbanização e a incapacidade dos municípios para acompanhar as demandas por serviços públicos e sociais, assim como as oportunidades criadas por mudanças na infraestrutura regional; e “Sistemas de pequenos negócios conectados com a biodiversidade e com a realidade local” sobre os segmentos da bioeconomia e a abertura de mercados para pequenas empresas e startups em diferentes cadeias de valor.

No primeiro painel, o diretor de Projetos da Hydro, Eduardo Figueiredo, abordará a Iniciativa Barcarena Sustentável (IBS), que consiste na reunião de vários atores sociais, incluindo a companhia, para promover e acelerar as mudanças necessárias no município. “O nosso objetivo é propiciar um diálogo efetivo, que promova o engajamento dos setores da sociedade para construção de uma agenda de desenvolvimento compartilhada e pactuada. Essa agenda deve identificar os principais desafios para o desenvolvimento de Barcarena, priorizando linhas de financiamento, temas e soluções. Até o momento, foram identificados como temais mais relevantes trabalho, emprego e renda, e qualidade da água”, explica. No ano passado, a Hydro assumiu o compromisso de aportar R$ 100 milhões, num período de dez anos, em projetos que atendam as prioridades apontadas pela IBS.

No segundo painel, as políticas, os investimentos e as iniciativas que ampliam o capital intelectual para o desenvolvimento de novos negócios da biodiversidade e de recursos biológicos renováveis na Amazônia serão discutidos pelos participantes. A gerente sênior de Programas Sociais da Hydro, Luana Carvalhosa, comentará sobre o investimento social privado da companhia no Pará. “A empresa tem executado vários programas sociais, dentre eles nas áreas de agricultura e de empreendedorismo jovem, nos quais sensibilizamos os atores locais e contribuímos com o desenvolvimento das comunidades para elaboração e gestão de planos de negócios. O nosso compromisso é criar uma sociedade mais viável, e sabemos que a valorização das cadeias produtivas locais e geração de renda é uma das ferramentas para redução da desigualdade”, afirma.

Na programação, o gerente sênior de Compliance da Hydro, Carlos Fraga, também participará do painel “Liderança empresarial e cultura de integridade nas empresas da Amazônia”. A conferência também tratará de temas relacionados a repartição de benefícios com comunidades tradicionais e extrativistas, serviços ambientais prestados pela floresta, crime organizado na região, ameaças aos povos isolados e convergência de parcerias socioambientais e empresariais, entre outros.

Coment√°rios