Capacitação profissional

MPT reverte recursos a projeto de costura profissional direcionado a mães de Santarém

Projeto Mãos que Costuram Sonhos visa profissionalizar mulheres em situação de vulnerabilidade social e combater a exploração do trabalho de crianças e adolescentes no baixo Amazonas

Foi lançado, na última semana, em Santarém, o projeto de formação “Mãos que Costuram Sonhos”, que visa à geração de renda a famílias por meio da capacitação profissional. Direcionado a mães em situação de vulnerabilidade social, o projeto capacitará mulheres por meio de cursos de corte e costura industrial, utilizando a independência econômica como estratégia de enfrentamento ao trabalho infantil. A ação é resultado de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado pelo município de Santarém com o Ministério Público do Trabalho PA/AP (MPT), o qual prevê a criação de medidas educativas de combate ao trabalho precoce na região do baixo Amazonas.

O projeto disponibiliza a mulheres a possibilidade de contribuir na geração de renda por meio da costura, reduzindo a exclusão social e fortalecendo a economia familiar. O objetivo da iniciativa é evitar que crianças precisem colaborar para o sustento das famílias, salvaguardando-as do trabalho infantil.

Os cursos acontecem em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e foram viabilizados por meio da reversão de recursos oriundos de acordo judicial firmado pelo Sistema de Ensino Amazon LTDA com o MPT em Santarém. O valor de cerca de R$ 20 mil revertido corresponde à reparação por infrações trabalhistas cometidas pela empresa.

Coment√°rios